Oito tendências que estimulam a mudança em 2021

O tempo estimado de leitura é de 7 minutos
589 Visualizações

Os consumidores de hoje querem tudo. Sabor, qualidade e variedade são os básicos. Mas para ter sucesso, os panificadores precisam muitas vezes entregar coisas como conveniência, saúde, clean label [rótulo limpo] e compromisso com a responsabilidade social, apenas para citar alguns.

Adicione a isso o aumento da escassez de mão de obra tornando o trabalho do fabricante cada vez mais difícil.

No entanto, é nas dificuldades que as oportunidades surgem. Os panificadores e parceiros de fornecedores que conseguirem atender à maior parte dos requisitos dos exigentes consumidores do século 21 conseguirão se destacar na multidão e garantir a sua relevância no saturado mercado atual.

A Corbion identificou oito tendências que serão os grandes impulsionadores no setor de panificação em 2021, tendências que afetarão o maior número de pessoas, desde panificadores e fabricantes de alimentos até varejistas e consumidores.

Ao planejar as estratégias para alcançar o sucesso, tenha os seguintes em mente:

Consumo ético e responsável

Impulsionado pelas mudanças políticas e sociais que fizeram os consumidores adotar hábitos de compra mais conscientes, esta tendência só tende a aumentar. Os consumidores estão buscando produtos que aparentam ser autênticos e com sabor real. A transparência e a confiança são os fatores determinantes nas decisões de muitos consumidores, os panificadores precisam garantir que atendem a estas exigências sendo claros sobre os ingredientes utilizados e, talvez o mais importante, sendo claros sobre aqueles que não são utilizados. Os consumidores querem produtos que contenham ingredientes “reais”, reconhecíveis e não querem a inclusão de sabores ou cores artificiais.

Paisagens em constante evolução

Conforme a globalização avança, as populações do mundo tendem cada vez mais a concentrar-se em centros urbanos. Esta mudança trará novos desafios aos panificadores que precisarão adaptar-se rapidamente para atender às necessidades em constante evolução de uma base de clientes mais diversificada. Encontrar formas de servir os clientes com mais rapidez exigirá encontrar soluções convenientes que garantam economia de tempo, controle de qualidade do produto e frescor do produto.

Segurança alimentar e Regulamentação

O aumento de uma rede de cadeia de suprimentos cada vez mais complexa faz com que seja mais difícil monitorar a segurança alimentar e aderir às regulamentações. Como os ingredientes e componentes concentram-se entre poucos fornecedores, os recolhimentos de produtos seguirão neste escopo. Inúmeras preocupações estarão na cabeça de muitos panificadores, inclusive as formas de garantir a devida preservação de seus produtos, de cumprir as mudanças regulatórias e de atender aos requisitos de produto clean label [rótulo limpo], de certificação orgânica e de produtos isentos de OGM.

Os consumidores estão buscando produtos mais do estilo artesanais que contenham grãos germinados ou ancestrais, frutas ou ervas. Esses produtos passam a sensação de autenticidade podendo apresentar sabores mais interessantes do que os produtos panificados tradicionais com os quais estão acostumados.

Economia Circular

Os consumidores mais jovens, em específico, estão buscando produtos que tenham mensagens de sustentabilidade impactantes, inclusive ingredientes obtidos de fontes sustentáveis e de comércio justo, bem como embalagens compostáveis e materiais feitos de fontes renováveis. Os panificadores precisam garantir que comunicam as suas práticas de sustentabilidade para os consumidores de forma eficiente por meio das embalagens ou informações em site para conseguir ganhar esses consumidores. Segundo pesquisa da Corbion sobre os hábitos de compra dos consumidores, o retorno desse investimento traduz em aumento de compras por parte de clientes que disseram que não só pagariam mais por produtos de empresas voltadas à sustentabilidade, como também comprariam mais vezes se a embalagem fosse compostável ou usasse pouco ou nenhum plástico.

Bem-estar global

Conforme os consumidores ficam mais conscientes sobre os ingredientes dos alimentos que eles relacionam à saúde geral, continuaremos a ver uma tendência para produtos fortificados com proteínas e fibras obtidas de farinhas de vegetais, sementes e grãos. Além disso, veremos mais itens contendo vitaminas, infusões de frutas e grãos ancestrais e especiais. Respaldados por pesquisas em andamento dos efeitos de determinados alimentos sobre condições de saúde como câncer, insuficiência cardíaca e problemas digestivos, os consumidores veem os alimentos como uma caixa de medicamentos improvisada. Embora os panificadores possam ver uma queda em algumas categorias devido a dietas com baixo teor de açúcar ou baixo teor de carboidrato, eles ainda podem entregar produtos que os consumidores querem utilizando alimentos fermentados e ingredientes que os consumidores associam a uma melhor saúde intestinal e produtos sem glúten que entreguem as experiências de degustação que os consumidores almejam.

Divisão de gerações

Com quatro diferentes gerações de compradores (geração Z, millennials, geração X e boomers), os panificadores têm uma ampla variedade de hábitos de compra para satisfazer. Em todas as gerações, os consumidores querem experiências de compra mais rápidas e querem seus produtos mais frescos. Refeições rápidas, opções de lanche e mini refeições, todas apresentam tendência de alta, em alguns casos compondo quase 40% do espaço da loja. Os consumidores com tempo apertado estão fazendo compras online com entrega em casa ou utilizando aplicativos de entrega de comida para satisfazer a necessidade de ter opções de comida rápidas, fáceis e convenientes. Diante dessas mudanças, é imprescindível que os panificadores entendam como cada geração de consumidores compra e usa os seus produtos para poder responder a essas mudanças em tempo real.

Tecnologias Emergentes

Como as informações estão cada vez mais acessíveis online para os consumidores, eles podem rapidamente analisar preços, qualidade de produto e informações de marca e até mesmo fazer compras de qualquer lugar. Dessa forma, os panificadores precisam garantir que os seus sistemas de entrega estão equipados de forma a transportar produtos com segurança e rapidez a fim de obter o máximo de frescor possível na prateleira. O encolhimento da mão de obra qualificada está levando os panificadores a fazer uso de tecnologia mais avançada capaz de realizar tarefas gerais que os colaboradores costumavam fazer. O uso dessas novas tecnologias de manufatura tem simplificado os processos de produção na busca de lucros maiores e inovação; entretanto, os panificadores precisarão garantir a manutenção de um toque humano em todo processo de desenvolvimento de produto para continuar formulando produtos mais simples e mais seguros.

Alternativas verdes (novos sabores/aventura de degustação/revolução de sabor e textura)

Os fabricantes que estão tentando diferenciar os seus produtos dos concorrentes estão elaborando versões sofisticadas de produtos comuns e criando produtos de base vegetal. Antes reservados para veganos e vegetarianos, os itens de base vegetal estão atraindo consumidores tradicionais que buscam novos sabores e opções mais saudáveis. Com a chegada de tecnologias mais desenvolvidas, os panificadores conseguem entregar mais experiências de degustação ao mesmo tempo que exploram variedades étnicas e sabores globais. Estas tendências estão sendo reverberadas em todas as categorias de alimentos e bebidas, em que o frescor e o sabor continuam sendo os principais indicadores para os consumidores. Na categoria de produtos panificados, o sentimento do consumidor coloca as experiências de textura acima até mesmo das listas de ingredientes, sendo as qualidades mais atraentes a suavidade, umidade, coberturas com crosta, mastigação, recheios cremosos, crocância e sensibilidade.

Um dos temas mais recorrentes entre muitas destas tendências é o foco maior em ingredientes, qualidade e sustentabilidade.

A pesquisa da Corbion revelou que os consumidores estão buscando itens com ingredientes familiares e com a exclusão de ingredientes artificiais já que veem estes produtos como menos processados ou menos prejudiciais. A demanda por produtos panificados mais saudáveis e mais ricos em nutrientes estimulou os panificadores a formular produtos que satisfaçam as necessidades de degustação dos consumidores.

O resultado destas iniciativas é o aumento da diversidade de opções de produtos com o aumento do teor de fibra ou proteína, opções com baixo teor de carboidrato ou itens que retiram farinhas contendo glúten a favor de alternativas como grão-de-bico, soja ou ervilha.

A maior atenção sobre os ingredientes e sobre a qualidade do produto fez com que os consumidores prestassem mais atenção aos alimentos que colocam em seu corpo, não só porque estão mais cientes sobre como estes alimentos podem impactar a sua saúde, mas também porque querem dar apoio às empresas que refletem o que eles valorizam.

Entre as exigências em constante mudança dos consumidores, um mercado de trabalho mais acirrado e outras forças fora do controle dos panificadores, o futuro do setor é bastante desafiador. Explorar estas e outras tendências será essencial para os comércios que buscam notoriedade neste novo ambiente competitivo.

Espero que você tenha gostado deste conteúdo! 
Sabia que podemos te ajudar com uma linha completa de produtos que são desta mesma área que você acabou de ver?!